As luvas de procedimento são materiais compostos de látex e que fazem parte do conjunto de materiais usados para proteção individual (EPIs).

Neste post, tratamos do uso das luvas não estéreis, seu uso e descarte.

luvas-de-procedimento

Seu uso é requerido para a grande maioria de procedimentos realizados pela equipe de enfermagem junto ao paciente. São exemplos de procedimentos nos quais utilizamos luvas de procedimento: estabelecer punções venosas, administrar medicamentos, mobilizar o paciente, coletar de materiais para exames, fazer curativos, dentre muitos outros.

Todos os profissionais da equipe de enfermagem e da equipe de saúde (multiprofissional) devem obrigatoriamente utilizar esse tipo de luva para realizar procedimentos que exigem técnica limpa.

Características das luvas de látex para os serviços de saúde:

  • São baratas, econômicas e confortáveis.
  • São descartáveis.
  • Oferecem excelente barreira de proteção tanto para o profissional quanto para o paciente.
  • Possibilitam ótimo ajuste às mãos do paciente, de acordo com os tamanhos corretos.
  • Podem causar reações alérgicas locais (na pele) ou sistêmicas (em todo o organismo) no paciente ou profissional. Nesse caso, deve-se suspender o uso imediatamente e adotar luvas que são fabricadas em outro tipo de material, como as de vinil ou nitrila.
  • Apesar de serem relativamente resistentes, elas podem romper facilmente, devido à movimentação brusca ou raspagem de sua superfície em algum instrumento.

Qual a importância desse procedimento?

A principal importância de utilizar luvas de procedimento ao realizar técnicas limpas consiste na prevenção de infecções nosocomiais (hospitalares). Além disso, não utilizar luvas de procedimento pode causar danos à saúde da equipe de enfermagem.

As infecções representam grande risco de morte para os pacientes e causam aumento dos gastos hospitalares ao exigir maior tempo de internação dos pacientes.

Descrição detalhada do passo a passo para calçar luvas de procedimento

Material necessário: um par de luvas de procedimento.

1º passo: reúna o material necessário, escolhendo o tamanho da luva de acordo com o tamanho da sua mão.

2º passo: lave as mãos antes de iniciar este procedimento (isso evitará que as sujidades da sua mão passem para o látex e, em caso de ruptura da luva, possa contaminar o procedimento). Saiba como higienizar corretamente as mãos aqui.

3º passo: para calçar as luvas, retire um par da caixa de luvas (as luvas calçam qualquer mão – direita ou esquerda – diferentemente das luvas estéreis).

4º passo: certifique-se que suas unhas estão curtas, limpas e que você não está usando nenhum adereço nos punhos ou dedos (anéis, pulseira, aparadores). Nesse caso, retire esses acessórios e lave as mãos antes de calçar as luvas.

5º passo: com a sua mão dominante, estenda a abertura da luva e junte os dedos da mão oposta para inseri-los dentro da luva (As luvas possuem em seu interior, certa quantidade de talco que tem o papel de facilitar a entrada da mão. Para que ele faça esse papel corretamente, são necessárias duas observações: suas mãos devem estar secas e as luvas não podem ser reutilizadas).

6º passo: faça o mesmo procedimento do 5º passo para vestir/calçar sua mão dominante.

7º passo: ajuste as luvas conforme apresentarem áreas frouxas ou áreas muito apertadas em suas mãos.

luvas-de-procedimento-ajustando
Ajustando as luvas nas mãos.

8º passo: realize o procedimento com as luvas. Evite utilizar a luva por muito tempo ou para executar mais de um procedimento. Evite também tocar desnecessariamente as mãos em objetos, materiais ou superfícies (telefones, maçanetas, portas, etc.) e em seguida realizar o procedimento.

9º passo: descarte as luvas puxando as abas dos punhos seguindo o movimento “de dentro para fora” e descarte as luvas junto à lixeira de materiais hospitalares. Evite tocar os punhos.

Dica: Nesse momento, tire um minutinho do seu tempo para verificar a integridade da luva antes de descarta-la. Isso permite que você identifique qualquer perfuração (que podem ser bem pequenas).

10º passo: lave as mãos após retirar as luvas.

5 Perguntas e Respostas sobre o Uso de Luvas de Procedimento

Posso usar duas luvas?

Depende. Verifique juntos às normas hospitalares essa possibilidade. Alguns profissionais relatam ter mais segurança ao usar duas luvas. No entanto, lembre-se que usar duas luvas não irá lhe prevenir quanto aos instrumentos perfuro cortantes.

Minha luva furou ou rasgou, o que devo fazer?

Primeiramente, descarte imediatamente a luva e higienize as mãos. Segundo, informe ao seu supervisor e ao Centro de Controle de Infecção Hospitalar da sua unidade. O fato de a luva rasgar frequentemente pode estar relacionado a má qualidade do material.

Luvas de procedimento vencem?

Sim, verifique a integridade da caixa de luvas, data de validade e evite expor a embalagem ao calor e a luz, pois esses elementos podem danificar o látex e diminuir a proteção por barreia.

Posso substituir a higienização das mãos pelo uso da luva?

Não. A lavagem das mãos é essencial para evitar infecções e para proteger os profissionais de saúde e os pacientes;

Posso usar as mesmas luvas para mais de um paciente?

Não. Evite usar as mesmas luvas para outro paciente, sob risco de levar bactérias e vírus, provocando infecção cruzada.

Gostou do post? Compartilhe com seus colegas de profissão e não se esqueça de mandar sua opinião pra nós!

Juarez Coimbra

É enfermeiro, doutorando em Enfermagem pela Universidade Federal de Mato Grosso. É Especialista em Saúde Pública e um Apaixonado por Blogs, escreveu o seu primeiro na área de enfermagem ainda em 2014.

Deixe uma resposta