O pré operatório requer cuidados de enfermagem bastantes específicos. Em Resumo esses cuidados são aqueles prestados aos pacientes 24 horas antes da operação em si. Geralmente, os pacientes dão entrada nos hospitais antes ou durante esse período, a depender do tipo de cirurgia que será realizada.

A partir da admissão do paciente, caberá a enfermagem realizar uma série de cuidados clínicos a fim de deixar o paciente pronto para o ato cirúrgico.

pré operatório de enfermagem

Realizando a Admissão do Paciente na Unidade

Ao dar entrada no hospital, o paciente poderá ser encaminhado para o setor de internação, e posteriormente encaminhado para o centro cirúrgico. Muitas vezes, os pacientes dão entrada no hospital com medo, inseguranças, conflitos, ansiedades e muitas dúvidas.

É algo natural e já esperado. A equipe de enfermagem poderá fazer uso de múltiplas técnicas para amenizar o estado mental dos pacientes, como por exemplo: explicando os riscos e benefícios do procedimento, esclarecendo dúvidas dos pacientes, deixando-os calmos sobre a cirurgia, etc.

Nesse aspecto a boa comunicação é essencial para que os cuidados de enfermagem sejam bem compreendidos pelos pacientes.

Na admissão do paciente, cabe à enfermagem realizar cuidados referentes aos sinais vitais do paciente, com correto registro e preenchimento do prontuário. Além disso, é necessário comunicar ao médico alterações importantes no estado de saúde do paciente, como febre, dispneia, taquicardia, etc.

Na maioria das vezes, os pacientes trazem consigo alimentos e bebidas. É necessário checar com a equipe médica se há restrições alimentares ou se é necessário que o paciente entre em jejum até a cirurgia.

Ainda na admissão, é relevante checar os exames que os pacientes trazem consigo. Muitas vezes, os médicos prescrevem uma bateria de exames que precisam ser checados assim que os pacientes forem admitidos. Caso falta algum exame específico, a equipe de enfermagem deverá proceder a realização do exame e comunicar a equipe do centro cirúrgico.

Orientações no Pré Operatório

As orientações no pré operatório para o paciente são:

Antes da operação, o paciente deverá ser orientado a respeito da importância dos exercícios respiratórios. Eles são fundamentais para garantir a expansibilidade da caixa torácica e para diminuir o risco de trombose ou formação de trombos nos vasos sanguíneos. Além disso, é fundamental que o paciente pratique o exercício de respiração profunda.

Esse exercício consiste em inalar e expirar o ar dos pulmões profundamente. Pode-se pedir para que o paciente coloque as mãos no tórax para sentir a expansão da caixa torácica.

Também é necessário realizar exercícios de tosse profunda. Peça ao paciente para tossir, expelindo o ar dos pulmões, com o objetivo de retirar secreções da traqueia e pulmões. Isso irá ajudar a evitar acúmulos de líquidos nos pulmões.

O paciente deverá praticar o exercício de tosse e de respiração profunda várias vezes ao dia. Para facilitar o controle desse exercício, registro no prontuário do paciente os horários em que ele realizou a atividade.

Oriente ao paciente que, após a cirurgia, ele deverá se esforçar para andar precocemente. Isso irá ajudar na prevenção de trombose e ajudará a fortalecer o sistema muscular e esquelético do paciente. Além disso, a deambulação precoce estimula a circulação dos membros inferiores e da área intestinal, prevenindo o surgimento de cólicas e gazes, que podem causar dor aguda e atrapalhar na recuperação da cirurgia.

Preparar o Local da Cirurgia

A pele deverá ser preparada adequadamente para receber a incisão cirúrgica. Portanto, deverá ser feita a higienização do local da cirurgia, bem como a tricotomia (depilação) do local.

Realize uma tricotomia ampla da área que será submetida à operação, pois o médico poderá optar por realizar incisões maiores.

Observação: Existem algumas recomendações na literatura médica de que a tricotomia não é obrigatória em cirurgias infectadas. No entanto, as evidências científicas sobre esse assunto ainda não são conclusivas. Nesse sentido, atualmente as unidades hospitalares ainda adotam esse procedimento como rotina nas unidades cirúrgicas.

Lavagem Intestinal

Para algumas operações (como aquelas realizadas diretamente no reto ou ânus, ou ainda nas cesáreas), recomenda-se realizar a lavagem intestinal do paciente no pré operatório.

Isso porque alguns anestésicos possuem o efeito de relaxamento dos esfíncteres, o que pode fazer com que o paciente evacue durante a operação. As fezes representam grande risco de infecção no sítio cirúrgico e, portanto, precisam ser eliminadas o quanto antes.

A lavagem intestinal poderá ser realizada por meio de clisteres laxativos ou por irrigação intestinal.

Higiene Corporal

Para além do preparo da pele que receberá a incisão, também se recomenda que o paciente receba um banho completo horas antes da cirurgia. Essa recomendação é para que se evite infecções ou contaminações no local da cirurgia.

Alimentação Restrita

Os pacientes que serão submetidos a cirurgias deverão ter o estômago vazio. Para isso, recomenda-se que eles sigam um rigoroso jejum, que normalmente se inicia no dia anterior à noite. Isso dará tempo para que os alimentos se concentrem no intestino delgado e grosso.

Os alimentos no estômago podem ser regurgitados, devido ao relaxamento dos esfíncteres e podem entrar diretamente nos pulmões do paciente, causando danos severos e levando os pacientes a quadros graves. As implicações consistem em pneumonias, infecções, asfixia e abcesso pulmonar.

No jejum deverão ser incluídos a ausência de chás, águas ou outros líquidos.

Normalmente, os pacientes fazem uma refeição na janta semilíquida ou líquida, como sopas ou caldos. Passam toda a noite sem ingerir alimentos e são operados na manhã seguinte.

Cuidados de Enfermagem no Pré Operatório – Dia da Cirurgia

No dia da cirurgia, a enfermagem deverá providenciar os seguintes cuidados:

  • Pedir para que a paciente retire os esmaltes das unhas. Essa recomendação é importante para que se possa fixar o oxímetro de pulso. Ele será o responsável por aferir o nível de oxigenação tecidual da paciente. A tinta do esmalte poderá impedir que o sensor faça a leitura correta.
  • Prepare o paciente quanto a higienização e a tricotomia.
  • Forneça as orientações adequadas e tire possíveis dúvidas dos pacientes quanto à cirurgia e ao pós-operatório.
  • Forneça ao paciente uma camisola cirúrgica, gorro para a cabeça e capotes estéreis.
  • Solicite que o paciente retire próteses e órteses (dentaduras, aparelhos auditivos, aparelhos bucais, lentes de contato, joias, etc. Esses objetivos devem ser devidamente identificados e guardados, ou entregues para um membro da família.

Observação: Lentes de contato e dentaduras podem ser retiradas alguns minutos antes da operação. Evite retirar tais itens com muita antecedência dos pacientes.

  • Cheque os seguintes parâmetros: sinais vitais (pulso, respiração, temperatura e pressão sanguínea), coloração da pele e sudorese. Anote no prontuário os valores e caso algum parâmetro esteja anormal, avise a equipe médica e de enfermagem.
  • Verifique todos os exames do pré operatório, as autorizações médicas e deixe junto ao prontuário.
  • Administre a medicação pré-anestésica cerca de 60 minutos antes do procedimento. Permaneça junto ao paciente para diagnosticar possíveis reações anafiláticas do anestésico. Avise a equipe caso alguma alteração seja detectada.
  • Posicione o paciente no leito, protegido pelas grades laterais, verifique novamente os sinais vitais e identifique-o por meio de pulseira contendo as seguintes informações: nome, data e tipo da cirurgia, número do prontuário, número do leito etc.
  • Encaminhe o paciente para o centro cirúrgico com toda a documentação necessária (autorizações, prontuário e exames médicos).

Concluindo

Descrevemos de forma bastante extensa todos os cuidados de enfermagem no pré operatório que são essenciais para a realização de uma cirurgia segura.

No entanto, lembre-se que:

Observação: Em casos de urgência e emergência, a maioria dos cuidados de enfermagem no pré operatório aqui citados não são realizados. A prioridade será sempre a de salvar a vida do paciente, nesse sentido, toda a equipe estará preparada para intervir cirurgicamente o mais rápido possível.

enfermeira orientando o paciente no pré operatório

Gostou do conteúdo? Compartilhe Suas Opiniões Conosco!

Juarez Coimbra

É enfermeiro, doutorando em Enfermagem pela Universidade Federal de Mato Grosso. É Especialista em Saúde Pública e um Apaixonado por Blogs, escreveu o seu primeiro na área de enfermagem ainda em 2014.

Deixe um Comentário