Neste super artigo, preparamos um tutorial completo para você saber tudo sobre essa profissão. Mas afinal, o que é enfermagem? Veja a definição abaixo:

“A enfermagem é uma ciência, cuja atribuição principal é o cuidado prestado junto a pacientes, famílias e comunidades”

Como assim? Bom, o enfermeiro é o profissional capacitado para cuidar de pacientes. Além disso, desenvolve outras atribuições, como: gerenciar equipes de enfermagem, cuidar de pacientes em estado crítico, administrar recursos materiais e físicos de um hospital ou posto de saúde.

Escute o conteúdo deste post em áudio!

Aproveite e boa Leitura!

enfermagem

Na enfermagem, existe três classes diferentes de profissionais. Apesar de todas essas classes terem o mesmo objetivo – cuidar de pacientes, elas se dividem de acordo com a complexidade dos procedimentos que são executados. Essa divisão é distribuída dessa maneira:

  • Enfermeiros: São aqueles que fizeram a graduação em enfermagem. A graduação é um curso de nível superior e o título para os profissionais que concluírem a faculdade é de bacharel em enfermagem. São esses profissionais que irão realizar procedimentos de alta complexidade, ou seja, que requerem conhecimentos teóricos e práticos mais aprofundados.
  • Técnicos de Enfermagem: São profissionais que realizam procedimentos de média complexidade, ou seja, que requerem poucos conhecimentos teóricos e práticos. Por exemplo: punção venosa, troca de curativos, banhos em pacientes que estão acamados, administram medicamentos, etc.
  • Auxiliares de Enfermagem: São profissionais que executam atividades mais básicas, por exemplo: transporte de pacientes, troca de leitos, alimentação e higiene dos pacientes. Essas atividades exigem poucos conhecimentos para serem realizadas.

Mas o que exatamente um Enfermeiro faz?

Os enfermeiros atuam em unidades hospitalares e gerenciam essas unidades administrativamente, ou seja, são os responsáveis pela gestão de recursos materiais, físicos, humanos e exercem liderança na equipe.

Na enfermagem, há frequentemente problemas a serem solucionados relativos aos cuidados do paciente. Portanto, o enfermeiro irá atuar identificando e priorizando problemas, propondo soluções e intervindo na realidade daquele local.

enfermeira

Ele também atua orientando os pacientes e familiares quanto aos cuidados, aconselha e motiva as equipes de enfermagem e promove atividades para a equipe e para seus pacientes.

enfermeiro será o responsável por:

  • Gerenciar a equipes de enfermagem (enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem);
  • Prestar cuidados de grande complexidade;
  • Gerenciar materiais para o correto funcionamento da unidade de saúde;
  • Realizar visitas aos pacientes;
  • Prescrever quais cuidados o paciente receberá;
  • Orientar a equipe quanto ao funcionamento da unidade de saúde;
  • Orientar os pacientes quanto aos cuidados de enfermagem;
  • Avaliar o desempenho da equipe, detecta problemas e oferece soluções para o bom andamento do serviço;

Como é o curso de enfermagem?

O curso de enfermagem é oferecido de forma presencial, sendo ofertado em instituições de ensino superior públicas e privadas no país. O curso faz parte da área das “ciências da saúde”.

A depender da instituição, a duração é de 4 anos e meio até 5 anos, ou seja, o curso dura 4.000 horas. Mas não se assuste com essa gigantesca carga horária! Essas horas são divididas entre atividades teóricas e práticas, além de estágios supervisionados em hospitais, clínicas e postos de saúde.

curso-de-enfermagem

Também é importante lembrar que, para fazer o curso, é necessário atender a um requisito mínimo: ter o ensino médio completo concluído.

Disciplinas do Primeiro e Segundo Ano de Curso

No primeiro e segundo ano do curso, as faculdades geralmente inserem na grade curricular, visitas às unidades de saúde, com o intuito de apresentar ao aluno como é o trabalho do enfermeiro e sua rotina naquela unidade. As disciplinas do primeiro e segundo ano são aquelas que vão dar base para o enfermeiro atuar com profissionalismo. Além disso, essas disciplinas são a base para as matérias dos próximos anos. São elas:

  • Anatomia (estuda os órgãos do ser humano)
  • Fisiologia (voltada para o funcionamento dos órgãos)
  • Bioquímica (analisa os processos bioquímicos que ocorrem nas células)
  • Processo saúde-doença (investiga como seres humanos adoecem)
  • Epidemiologia (explora como as doenças se espalham na população)
  • Filosofia (explica as relações entre homem-conhecimento na enfermagem)
  • Fundamentos para o cuidado de enfermagem (procedimentos básicos e avançados)
  • Histologia (analisa os tecidos que compõe os órgãos)
  • Embriologia (estuda o processo de fecundação e reprodução humana)
  • Parasitologia (voltada para os parasitas animais que podem causar doença)
  • Psicologia (investiga os comportamentos e as funções mentais aplicadas à enfermagem)
  • História da Enfermagem (explica desde o surgimento da profissão até os dias atuais)

estudante-de-enfermagem

Disciplinas do Terceiro e Quarto Ano de Curso

Do terceiro ao quarto ano, o aluno irá aprender aspectos mais específicos da profissão. Além disso, as disciplinas serão mais densas e exigirão do aluno os saberes que ele aprendeu nos anos anteriores.

  • Políticas de Saúde (estuda o Sistema Único de Saúde)
  • Administração (voltada para o gerenciamento das unidades de saúde)
  • Farmacologia (apresenta os medicamentos e suas características)
  • Fundamentos para o cuidado de enfermagem II (procedimentos avançados)
  • Enfermagem em Saúde da Criança, Adolescente, Adulto e Idoso (apresenta os cuidados de enfermagem voltados para cada público em específico)
  • Urgência e Emergência (estuda os procedimentos que são adotados em situações graves)
  • Terapia Intensiva (estuda os procedimentos que são adotados em pacientes que estão em coma ou em recuperação após cirurgias)
  • Patologia (analisa como o ser humano adoece)
  • Nutrição (voltada para o estudo dos nutrientes e o seu papel na saúde)
  • Ética (é aplicada ao estudo do código de ética da enfermagem)

Disciplinas dos Últimos Anos de Curso

Por fim, nos últimos anos do curso de graduação, os acadêmicos irão desenvolver a maior parte de suas atividades em campos de estágio curricular supervisionado, realizando atividades práticas e prestando cuidados diretamente à população. É também no último ano, que deverão realizar o temido Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) e apresentá-lo, para obtenção do diploma. As disciplinas são:

  • Estágio Curricular Supervisionado I e II (atividades práticas em vários locais)
  • Trabalho de Conclusão de Curso I e II (disciplina voltada para a construção e apresentação do TCC)

Quanto Custa Fazer o Curso em Universidade Particular?

O valor varia bastante de faculdade para faculdade. Os valores base são de R$550,00 e podem chegar até a R$ 2.000,00 mensais. Embora esse valores possam ser reduzidos com o auxílio de bolsas ou financiamento estudantil. Sugerimos que consulte a instituição de ensino para próxima, para avaliar as condições de pagamento.

Há também a possibilidade de realizar o curso em instituição pública, via Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). Após realizar a prova, o estudante pode utilizar a nota para pleitear bolsas em universidades privadas ou entrar em faculdades públicas.

Quanto Ganha um Enfermeiro?

Os valores da remuneração do enfermeiro variam conforme cada região do país. Geralmente, as regiões Nordeste, Norte e Centro-Oeste pagam um pouco melhor do que as regiões Sul e Sudeste.

quanto-ganha-um-enfermeiro

Para aqueles que desejam atuar na área hospitalar ou em postos de saúde, a remuneração pode variar de R$ 2.000,00 a até R$ 12.000,00 mensais. Já para os que desejam ingressar na docência, os salários podem passar facilmente dos R$ 8.000,00 mensais.

No entanto, essa é apenas uma estimativa. Existem no mercado de trabalho, enfermeiros ganhando muito menos e muito mais do que o descrito aqui! Lembre-se que geralmente as empresas também pagam adicionais de insalubridade e de adicional noturno, caso o enfermeiro faça plantões a noite. Esses adicionais fazem a diferença no final do mês!

O mercado de trabalho na enfermagem é bastante amplo e está em franco crescimento. Existem muitas oportunidades, desde concursos púbicos até atuar em empresas e escolas particulares, clínicas e hospitais, bem como em serviços de remoção de pacientes, trabalhos em home care, dentre muitos outros.

Símbolos do Curso de Enfermagem

O símbolo da profissão foi aprovado pela resolução nº 218 do Conselho Federal de Enfermagem. Ele é composto por uma lâmpada, que representa “caminho percorrido” e “ambiente”.

O símbolo remete a história da profissão. A precursora da enfermagem, Florence Nightingale, andava com uma lâmpada na mão nos campos de feridos da guerra da Crimeia, em 1856. Ficou conhecida por ser a “dama da lâmpada”. Florence é considerada, atualmente, como a fundadora da enfermagem moderna.

O símbolo significa que o enfermeiro “conduz” o paciente para o caminho da cura, da luz, em meio à escuridão (doença).

simbolo-da-enfermagem

Símbolo da Enfermagem

A cobra representa “magia” e “alquimia”, isto é, significa ciência. Em síntese, a mensagem que se quer passar é de que a profissão atua com base em preceitos éticos, teóricos e científicos.

O verde também é a cor da profissão e transmite tranquilidade, serenidade e leveza. A pedra da profissão é a esmeralda, devido a sua cor esverdeada. Portanto, se você vai dar um presente para algum enfermeiro(a) que está se formando, já sabe o que dar a ele/ela, não é?

Juramento do Curso de Enfermagem

No dia da formatura, os estudantes são convidados a fazerem o juramento da profissão, em voz alta e com os braços estendidos:

Solenemente, na presença de Deus e desta Assembléia, juro:

Dedicar minha vida profissional a serviço da humanidade, respeitando a dignidade e os direitos da pessoa humana, exercendo a enfermagem com consciência e fidelidade; guardar segredos que me forem confiados; repeitar o ser humano desde a concepção até depois da morte; não praticar atos que coloquem em risco a integridade física e psíquica do ser humano; atuar junto à equipe de saúde para o alcance da melhoria do nível de vida da população; manter elevados os ideias de minha profissão, obedecendo os preceitos da ética, da legalidade e da moral, horando seu prestígio e suas tradições.

Fonte: Resolução nº 218 de 1999 Conselho Federal de Enfermagem.

Como é a Carreira Acadêmica na Enfermagem?

Após cursar a graduação, o enfermeiro poderá atuar como profissional generalista. O enfermeiro generalista pode atuar na maior parte dos cargos, a exceção de alguns em específico, que exigem maiores conhecimentos em determinada área. Desse modo, os recém-formados podem optar por realizar especializações, mestrado e/ou doutorado.

profissional-da-enfermagem

E o que seria uma especialização?

É um curso que o enfermeiro faz após a graduação e visa aprofundar conhecimentos em determinada área. Sua duração também varia em cada instituição de ensino, mas geralmente vai de um a três anos, com apresentação de trabalho de conclusão de curso.

As principais especializações que existem são:

  • Enfermagem do trabalho: basicamente, atua cuidando da saúde dos colaboradores de uma empresa ou instituição.
  • Estomaterapia: o profissional especialista nessa área é capaz de cuidar de feridas, úlceras e lesões complexas, como fístulas, lesões por pressão, manutenção de drenos, cateteres e incontinências (urinária e fecal).
  • Gerontologia/geriatria: presta cuidados aos idosos a partir do seu processo de envelhecimento, provendo cuidados específicos à essa população.
  • Saúde Pública: visa a prestação de serviços no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). Geralmente, essa especialização é buscada por enfermeiros que atuam junto à população, em unidades de saúde da família ou postos de saúde.
  • Auditoria: o enfermeiro auditor é aquele que fiscaliza os prestadores de serviço na área da saúde, auditando contas, a qualidade do serviço e os custos.
  • Urgência e Emergência: o profissional irá prestar cuidados complexos à pacientes com alto risco de morte. Assim, poderá atuar em situações críticas, como paradas cardio-respiratórias, distúrbios neurológicos, envenenamentos, dentre outras intercorrências.

Quem Pode Fazer Mestrado em Enfermagem?

Tem vontade de ser professor nessa área? Se comunica bem e gosta de ensinar? Talvez o mestrado seja o caminho ideal para você! Diferentemente das especializações, o mestrado visa objetivamente formar professores para lecionar em enfermagem, bem como os instrui a desenvolver pesquisas científicas.

O curso geralmente dura de dois a três anos. O aluno precisará cursar várias disciplinas e elaborar uma dissertação, que deverá ser defendida ao final do mestrado ara obtenção do título. O mestre nessa área poderá dar aulas nos cursos de auxiliares e técnicos de enfermagem, na graduação e em especializações, exceto para doutorandos em enfermagem.

Para Que Serve o Doutorado em Enfermagem?

O doutorado é voltado para a pesquisa científica, onde o foco principal é a produção de conhecimentos e saberes em determinado assunto, dentro da área da enfermagem. Sua duração é de quatro anos, e exige como um dos requisitos para ingresso, possuir o mestrado na área.

O aluno, assim como no mestrado, cursará disciplinas específicas e ao final produzirá uma tese. Portanto, diferentemente da dissertação, a tese exige do aluno um maior aprofundando teórico e metodológico para ser construída.

11 Perguntas e Respostas Sobre o Curso de Enfermagem

Mito. Embora que historicamente a profissão foi exercida principalmente por mulheres, tem se notado, nos últimos vinte anos, cada vez mais homens exercendo a enfermagem. Atualmente, homens e mulheres exercem a profissão.

Geralmente, os alunos gostam mais dos últimos anos, onde desenvolvem mais atividades práticas e tem contato direto com os pacientes. Nessa etapa do curso, podem por em prática tudo o que aprenderam!

Mito. Existem muitas oportunidades para se trabalhar nessa área. A cada dia surgem novas especialidades, com enfermagem gerontológica (cuidado de idosos), enfermagem em Home Care (cuidados em casa), etc. 

Mito. Geralmente, são os próprios alunos junto com um orientador, que definirão o tema que vão estudar. Os alunos podem escolher um tema que gostem. Além disso, os alunos terão cerca de um ano para desenvolvê-lo.

Sim. Os estágios curriculares são obrigatórios. Geralmente, na maior parte dos estágios os alunos poderão contar com um professor ou preceptor na unidade de saúde. Esse profissional irá auxiliar os alunos, tirar dúvidas, ensinar sobre o funcionamento da unidade e dar o apoio necessário ao estudante.

Mito. São profissões totalmente diferentes. Os médicos prescrevem tratamentos (medicações, intervenções, cirurgias), enquanto os enfermeiros prescrevem cuidados (trocas de curativos, banhos, posicionamentos dos pacientes, orientações, punções, aferição de sinais vitais, e muito mais!)

Sim. A filiação é obrigatória para o exercício da profissão. Após você obter o seu diploma da graduação, você deverá apresentá-lo junto ao Conselho de Enfermagem (COREN) do seu município. Não é necessário fazer nenhuma prova para conseguir o registro. No entanto, é necessário o pagamento da anuidade, cujo valor varia de estado para estado.

De jeito nenhum! Você também aprenderá procedimentos que são bem mais complexos, como inserir sondas estomacais e urinárias, realizar troca de curativos de grandes lesões, coletar exames colpocitológicos (papanicolau), e muitos mais!

Mito. Os enfermeiros realizaram muito mais que procedimentos técnicos. Também são responsabilidades deles: promover orientações junto aos familiares e pacientes, liderar equipes de enfermagem, desenvolver atividades educativas e de motivação, etc. O enfermeiro não realiza apenas procedimentos no seu dia-a-dia.

Não. Os enfermeiros, como mencionado anteriormente neste artigo, podem trabalhar em clínicas, postos de saúde, escolas, empresas privadas, domicílios, etc.

Mito. Essa ideia advém de um preconceito de que a enfermagem seria uma subclasse médica. O que não é verdade. 

E aí, a enfermagem é para você?

Já faz o curso? Então conta para a gente nos comentários como está sendo a sua experiência!

Ficou com alguma dúvida sobre esse assunto? Posta para a gente que nós respondemos!

Juarez Coimbra

É enfermeiro, doutorando em Enfermagem pela Universidade Federal de Mato Grosso. É Especialista em Saúde Pública e um Apaixonado por Blogs, escreveu o seu primeiro na área de enfermagem ainda em 2014.

Deixe uma resposta