A lavagem das mãos consiste em higienizar as mãos por meio de duas possibilidades: água e sabão ou solução alcoólica (70% álcool e 30% água), na composição líquido ou gel.

lavagem-das-maos-sabao-ou-alcool-gel

A lavagem das mãos constitui um dos instrumentos mais eficazes, baratos e importantes para a prevenção de doenças infectocontagiosas e diminui drasticamente o risco de infecção hospitalar (nosocomial). Isso ocorre devido ao fato de que são as mãos os meios mais comuns de se transmitir infecções de um paciente para o outro.

Se logo após o procedimento houver contaminação das mãos, deve-se repetir o procedimento.

Para a realização correta do procedimento, você deve ter disponível água tratada, sabão líquido ou em barra, toalhas de papel ou secador elétrico por ar quente, também pode ser utilizado o dispensador de álcool gel.

Dica: Não utilize toalhas de pano ou de quaisquer outros tecidos para secas as mãos. Elas podem acumular bactérias e vírus, que acabam contaminando novamente as mãos.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que a lavagem das mãos seja realizada em pelo menos cinco momentos destinos, confira abaixo:

5-momentos-para-lavagem-das-mãos
Os 5 momentos para lavagem das mãos.

Floras transitória e residente, porque é necessário aprender esses conceitos?

Nossas mãos possuem bactérias e outros microrganismos tanto nas camadas mais externas quanto internas da pele.

A flora transitória consiste em bactérias com alto potencial de provocar infecção e estão presentes na superfície da mão. Elas podem ser facilmente removidas com a lavagem das mãos. Por isso esse procedimento é tão importante para a enfermagem.

Já a flora residente é composta por bactérias com pouca capacidade de causar infecção, e que não são neutralizadas pela lavagem comum das mãos. O álcool gel, no entanto, ajuda a neutralizar tais bactérias.

3 princípios essenciais para a lavagem das mãos

1ª Mantenha unhas curtas, limpas e sem esmalte. Unhas longas são verdadeiras “carregadoras” de sujidades, além de ser mais difícil remover as sujidades apenas com a lavagem das mãos. Também se recomenda não usar esmalte, uma vez que ele pode prejudicar a detecção da sujidade, principalmente abaixo da unha.

2º Evite usar adornos. Anéis, pulseiras, relógios, aparadores ou qualquer outro adorno nas mãos, dedos ou punhos deve ser retirado e não utilizado durante toda a sua permanência no hospital. Tais adornos são de difícil higienização e podem carregar vírus e bactérias que podem causar infecções.

3º Lavagem por fricção: a lavagem por fricção é a técnica mais adequada para higienização das mãos. Ela consiste em realizar “esfregaços” entre as palmas da mão e entre dedos para remover eficazmente qualquer sujidade.

Descrição detalhada para a lavagem das mãos com água e sabão

1º passo: abra a torneira e molhe as mãos com água.

lavagem-das-maos-primeiro-passo
1º passo.

2º passo: deposite uma quantidade adequada de sabão na palma da mão e espalhe para os dedos e punhos.

lavagem-das-maos-segundo-passo
2º passo

Dica: dê preferência ao sabão líquido do que o sabão em barra. O sabão ainda deve per o pH neutro e de preferência sem adição de perfume. A adição de perfume pode prejudicar o potencial de higienização e ainda pode causar reações alérgicas em alguns profissionais.

3º passo: certifique-se de espalhar o sabão por toda a região da mãos, incluindo os punhos, sempre realizando movimentos de vai-e-vem.

iniciando-a-lavagem
3º passo

4º passo: entrelace os dedos das mãos, de modo a possibilitar a higienização dos espaços entre os artelhos.

lavagem-entre-os-dedos
4º passo.

5º passo: gire as pontas dos dedos juntos, na palma da mão. Faça o mesmo movimento com as duas mãos. Isso possibilitará melhor higienização na porção distal do artelho e pode ajudar a eliminar as sujidades abaixo das unhas.

lavagem-das-ponta-dos-dedos
5º passo.

6º passo: com as mãos em “concha”, esfregue os dedões até a porção final, conforme imagem abaixo.

lavagem-dos-dedoes
6º passo.

7º passo: não se esqueça de higienizar o dorso das mãos!

lavagem-do-dorso-da-mao
7º passo.

8º passo: também não se esqueça dos punhos. Eles podem ajudar a carregar contaminação se não forem limpos corretamente.

lavar-os-punhos
8ª passo

Dica: todo o processo de fricção deve demorar no mínimo 30 a 60 segundos.

9º passo: enxágue as mãos na água corrente, até remover toda a espuma e utilize papel toalha para fechar a torneira.

dispensador-de-papel-toalha
Dispensador de papel toalha

Não se esqueça de desprezar o papel toalha em local apropriado. Após realizar a lavagem das mãos, evite tocar em objetos ou superfícies logo após o procedimento.

Descrição detalhada para a lavagem das mãos com álcool a 70%

1º passo: Aplicar uma quantidade suficiente de álcool a 70% na palma das mãos e promover a fricção em todas as regiões por no mínimo 40 segundos.

alcool-gel

2º passo: Deixar as mãos secarem naturalmente e evitar tocar em superfícies ou objetos contaminados após o procedimento.

Ficou com alguma dúvida? Compartilhe conosco abaixo!

Juarez Coimbra

É enfermeiro, doutorando em Enfermagem pela Universidade Federal de Mato Grosso. É Especialista em Saúde Pública e um Apaixonado por Blogs, escreveu o seu primeiro na área de enfermagem ainda em 2014.

Deixe uma resposta